Metabolismo da célula tumoral

Metabolismo da célula tumoral por Renata de Freitas Saito SOBRE A AULA O câncer seria uma doença do metabolismo? Por muito tempo considerou-se que as alterações metabólicas tumorais eram efeitos secundários e as principais características tumorais descritas por Weinberg e Hanahan em 2000 eram: (1) as células tumorais induzem sua própria proliferação celular, (2) não são responsivas a sinalização de inibição de proliferação celular, (3) possuem capacidade de se replicar indefinidamente, (4) são resistentes à indução de morte celular, (5) induzem a formação de vasos sanguíneos para obtenção de nutrientes e (6) são capazes de invadir o tecido local e se espalhar para órgãos distantes (metástase). No entanto, o acúmulo de evidências ao longo do tempo mostrou que as alterações metabólicas tumorais podem estar envolvidas em diversas etapas do desenvolvimento tumoral, além de contribuir para quimioresistência. Assim, em 2011, Weinberg e Hanahan, acrescentaram as alterações no metabolismo tumoral como uma importante característica apresentada pelas células tumorais. Com isso, esta aula tem como objetivo promover a compreensão de quais são as principais alterações metabólicas existentes nas células tumorais e quais vantagens estas alterações conferem a estas células.